• Roberta Züge

Queijo com Indicação de Procedência


A cidade de Belo Horizonte/MG recebeu, nos dias 9 e 10 de agosto, o 3º Evento Internacional de Indicações Geográficas e Marcas Coletivas, realizado pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial – INPI em parceria com a Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI). O evento também contou com apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), o Instituto Nacional da Propriedade Industrial da França e o Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).


Na abertura do encontro, aconteceu a entrega oficial do Certificado de Indicação Geográfica (IG) do Queijo Colônia Witmarsum, para a Cooperativa Agroindustrial Witmarsum. Este é a primeira certificação de IG concedida pelo INPI a uma indústria de laticínios que produz sob o Sistema de Fiscalização Federal (SIF).


O projeto de concepção e reconhecimento foi realizado pela a médica-veterinária, conselheira do Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS) e vice-presidente do Sindivet-PR, Roberta Züge, com o fomento do Sebrae-PR. Do início dos trabalhos ao recebimento do reconhecimento foram quatro anos de atuação junto aos profissionais da Cooperativa e aos produtores.


A IG delimita a área onde o queijo é produzido à área da antiga Fazenda da Cancela, no município de Palmeira/PR. Para identificação da área, o mapa original da aquisição foi plotado e transportado para os programas digitais. Isto permitiu delimitar corretamente a área inicial adquirida pelos produtores, que eram imigrantes alemães menonitas.







O processo abrange, além das questões culturais do povo que habita no local, todos os cuidados para a produção de um alimento saudável à população, como controles sanitários dos rebanhos envolvidos, cuidados de higiene e segurança do alimento, com a manutenção de um sistema de rastreabilidade animal e de produção e exige o cumprimento das Boas Práticas Agropecuárias.


“É muito mais que um selo de Indicação de Procedência, este processo contempla a essência de uma pecuária sustentável com a garantia da qualidade e segurança do alimento ao consumidor. É uma coroação de respeito a sociedade”, conclui Roberta.









#itnpi #queijo #qualidade #sip #inspeção #indicacaodeprocedencia #veterinaria

0 visualização